Notícias diárias

Loading...

sábado, 13 de agosto de 2011

MÉTODOS DE EXTINÇÃO DE INCÊNDIOS.

A maioria dos incêndios começa com um pequeno foco, fácil de debelar.
   Conheça os métodos de extinção do fogo e evite que um incêndio se transforme numa catástrofe em sua atividade econômica.
   Em todo incêndio ocorre uma reação de combustão, envolvendo quatro elementos: o combustível, o comburente, o calor e a reação em cadeia. Os métodos de extinção do fogo consistem em “atacar” cada um desses elementos.





Tetraedro do fogo
Fonte: 9ºGB e DSCI – CBPMESP



Métodos para extinção do Incêndio:

Isolamento (Retirada do material).
A retirada do material ou controle do combustível é o método de extinção mais simples na sua realização, pois não exige aparelhos especializados. Consiste na retirada, diminuição ou interrupção, com suficiente margem de segurança, dos materiais combustíveis que alimentam o fogo e daqueles ainda não atingidos por este. Como exemplo do emprego deste tipo de extinção citamos o “aceiro”, praticado nos casos de incêndios em matas, florestas e campos, que interrompe a continuidade do fogo, facilitando o seu domínio.


Retirada do material combustível
Fonte: 9ºGB - CBPMESP



Abafamento
É o método de extinção que consiste em reduzir a concentração do oxigênio (comburente) presente no ar, situado acima da superfície do combustível.
Segundo experiências realizadas em laboratório, verificou-se que em relação a líquidos e gases as chamas existem somente em ambientes com mais de 13% de oxigênio. Qualquer meio de abafamento que consiga reduzir a porcentagem de oxigênio abaixo desse valor terá sucesso na extinção.


                                                                        Retirada do oxigênio
Fonte: 9ºGB - CBPMESP



Resfriamento
É o método de extinção mais conhecido e consiste em diminuir a temperatura do material até que esta se situe abaixo do ponto de combustão, quando não mais haverá o desprendimento de vapores na quantidade necessária para sustentar a combustão.
Retirada do calor
Fonte: 9ºGB – CBPMESP



Interferência na Reação em cadeia
É o método também conhecido como extinção química, em que o agente extintor evita a reação das substâncias geradas durante a combustão. Essas substâncias, conhecidas como produtos intermediários, são responsáveis pela continuidade da combustão.

Quebra da reação em cadeia
Fonte: 9ºGB – CBPMESP




Fonte: LATEC – Laboratório de tecnologia / UFF. Principio básico de prevenção de incêndio. Niteroi, 1978.
MTE. NR 23. Proteção contra incêndios. Brasília, 1978.
Cartilha de orientações básicas, Polícia Militar do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros, Versão 05/2011.



Nenhum comentário:

Postar um comentário